domingo, 3 de abril de 2011

SERÁ QUE É TUDO UM SONHO?


Será um sonho apenas?
Será que você não é realmente real?
Será que foi meu coração que te criou para me ferir,
Me fazer sorrir, me alegrar por um instante?

Dificil explicar a loucura de apaixonar-se assim por um estranho.
Tão estranho no meu peito.
Tão intimo de minha alma.
Tão distante de meus olhos.
Tão proximo de minha vida!

Esperar-te seja talvez loucura.
Sandice do meu inocente viver.
Posso fazê-lo voltar?
Podes voltar para me ver?
Pode a vida dizer sim
Ao sentimento condenado sem explicação?

Quem dera teu silencio tivesse um nome.
Poderia chamar-se de tempo.
Poderia chamar-se de vento, de brisa.
Quem dera tuas palavras tivessem vida.
Poderiam chamar-se Saudades.
Poderiam chamar-se Amor!


Para: Tiago