segunda-feira, 13 de junho de 2011

Novos ventos




São novos os ventos de sabedoria e bondade que sopram ao meu ouvido ao te ouvir falando baixinho de amor...
São doces e belos teus ilustres pensamentos sobre viver, reviver e recomeçar a amar de novo...
Perdas necessárias, escolhas imprescritíveis, gostos que  não podem ser deixados para trás ao longo dos anos e ao longo dos passos...
Este caminho é tão longo, as vezes tão sofrido, tão surpreendentemente inusitado.
Tenho sido vitima de coisas inusitadas que me trouxeram tantas alegrias.
São novos ventos, novos motivos, são novos sentimentos e novos amigos.
Um dia um amigo me disse que ansiava por ser especial para mim... Mas sendo um amigo, que é como ser um pedaço da gente, você já é muito especial para mim!
Lembre-se sempre:
Embora seja difícil nos convencermos disso devemos estar sempre abertos para o novo que pode ser muito edificante e enriquecedor.
 Porque...
"A sabedoria que se granjeia da continua busca pelo conhecimento está se arraigando em nosso peito a cada passo que damos em direção ao amanhã!"