quinta-feira, 9 de junho de 2011

SENTINDO UM GOSTO



O gosto que tenho na boca agora é o gosto de você com suas palavras tão doces e meigas...
É o gosto de quem quer começar de novo a cada instante...
Gosto de esperança que emana no meu seio de menina.
Gosto bom de estar viva para conhecê-lo.
Gosto de agradecimento pelo sorriso, pelo olhar penetrante e pela imensidão de coisas que ele desperta em mim.
Gosto novo de querer estar perto de alguém de que se sabe tão pouco.
Gosto louco de viver o novo com um velho amigo...
Gosto inusitado de viver o velho com um novo amigo...
Gosto bobo de curtir o sol e a glória de seus raios em sua face iluminada...
Gosto bom esse de ser presenteada pela vida!
Gosto bom de você ter aparecido tão de repente, tão especialmente...
Gosto bom de dizer " Seja bem vindo amigo!".
 Gosto bom de sentir você...
Sempre por aqui!
Até que não haja mais nada, apenas eu e você!