segunda-feira, 8 de abril de 2013

SER AMADA!

 

   Qual pensam ser a sensação de ser amada? Como julgam ser os dias de um ser que acorda com um beijo,  dorme num peito quente e num abraço aconchegante? Como imaginam um vida dividida, compartilhada, sentida a dois? Como imaginam ser o mundo de uma amante, uma mulher realmente amada? Como imaginam que se sente alguem que tem flores no jardim, que florescem a cada amanhecer? Como supõem que seja a vida de alguem que tem sempre um ombro, sempre um apoio, um sorriso, um lenço estendido, uma mão amiga, leal? Como pode ser a vida de uma mulher que se sente única aos olhos do homem que ama? Que se sente exclusiva, que sente que ele a dedica o melhor de si? Como? Como poderia existir palavras para responder esses questionamentos?

   Não as pude encontrar em nenhum lugar dentro ou fora do meu coração! Não as encontrei em nenhum mundo, em nenhum horizonte... Talvez esse tipo de sentimento não possa jamais ser descrito, não com a fidelidade necessária. Talvez ele seja como tantos milagres que vivenciamos todos os dias, talvez ele, em si mesmo, já seja um milagre Divino! Talvez tenha sido feito pra ser sentido, comido, guardado, mas não descrito, exposto... Parece que é algo para dois somente. Não pode ser alargado ou estendido a ninguém mais alem dos amantes! Parece egoismo, mas não é! É falta de termos certos para descrever uma felicidade calma, pacifica, leve e duradoura que se estica nas madrugadas de papos, nas manhas de sol, nas noites de conchinha e ( quando a chuva cai) os corpos são abrigos. Um café a dois, suco ou Sidra, tudo ou nada já é muito especial se estiverem juntos. Beijo, caricia, mordida, cafuné, pegada, cheiro... Vale tudo pra ser feliz! Um coisa que só quem sabe sonhar pode viver! 

  Porque a verdadeira felicidade a dois é poder amar e ser amada!

Recebi essa rosa ( a primeira a florescer em 2013 na roseira de meu Amor).

Presente Lindo de Leone Oliveira