sábado, 30 de novembro de 2013

O MEU CÉU!



Meu coração é meio como um meu universo...

E mergulho nesse outro mundo só meu...

E tem um intruso, vasculhando com os olhos minha alma.



Já não estou mais sozinha no meu globo.

E um mundo dentro do meu mundo nasce secreto.

E há vida e sonhos brotando em descontrole.



E palavras desordenadas, cálidas e quentes aquecendo-me.

O céu em chamas, meu mundo em festa...

E você, intruso, sorrindo.



E eu sou engolida pela poesia como um negro buraco do universo.

E sou luz e sombra e vida vibrante.

E sou fogo e terra e tudo!



E sou tudo quando você sorri! 

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Canto...

Um coração assim tão cheio
Uma alma assim tão rica
Uma doçura assim tão vista...
Um ar meio angelical e enlouquecedor
Uma irresistível necessidade de sentir.
Um minúsculo passo e tudo se perde.
Fico muda, pálida, cega.
Não me movo... Estática morro.
O perder é maior que o ficar.
E se vai se eu desejar gritar.
Então simples e eterna...
Eu calo o coração inquieto.
E tudo é silencio em mim!
Quase sei...
E quase não sei aonde ir.
 

Quase beijo!


Um quase beijo
De um quase amor
De um quase acerto
De uma vida quase certa.

ÚLTIMA PÉROLA

Somos uma complexa
Instintiva e atraente
Combinação explosiva...

Onde os olhos alheios
Podem observar as faíscas que ardem de nós.
Mas, nós mesmos,
Totalmente absorvidos
Só conseguimos sentir
A magia de olhos nos olhos
E a finita brevidade de um momento...

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Abraço!

Em seus braços
Abraços e laços...
Eu perco a noção de tempo
De espaço...
Eu me enrosco, te contorno
Te encontro e te perco
Eu vou e eu fico...
E é um ir e ficar eterno!
Pra sempre... se der...