sábado, 30 de novembro de 2013

O MEU CÉU!



Meu coração é meio como um meu universo...

E mergulho nesse outro mundo só meu...

E tem um intruso, vasculhando com os olhos minha alma.



Já não estou mais sozinha no meu globo.

E um mundo dentro do meu mundo nasce secreto.

E há vida e sonhos brotando em descontrole.



E palavras desordenadas, cálidas e quentes aquecendo-me.

O céu em chamas, meu mundo em festa...

E você, intruso, sorrindo.



E eu sou engolida pela poesia como um negro buraco do universo.

E sou luz e sombra e vida vibrante.

E sou fogo e terra e tudo!



E sou tudo quando você sorri!