segunda-feira, 26 de maio de 2014

A MENINA QUE ESCREVIA POEMAS

    Suzy tinha mil ideias nascendo na 'cuca' a cada segundo e tudo a inspirava. Nesse dia em especial algo mágico guiava suas mãos enquanto definia a importância de escrever seus doces poemas, as vezes, tao bobos e tão intensos. Nesse dia era o simples gesto de respirar, uma ação involuntária que a deixava cheia, transbordante de palavras a dizer. havia o mar, o aceno sem fim de palavras que surgiam como surgem bolhas numa água que ferve e fervia dentro dela a vontade de ser mais nua e mais nua através do que escrevia. E um dia estaria tão despida de seus sentimentos profundos e secretos que qualquer ser merecedor poderia lê-la só de olhar nos seus olhos.
   Tinha sentido muitas coisas durantes seus anos de vida. Algumass conseguira com maestria 'jogar para fora do peito' apenas com palavras. Outras, bem mais intimas e que estavam arraigadas no interior e além, precisou derramar como lágrimas ou rugir como gritos. Não era louca! de modo algum... Sempre fora irrepreensível e contida. Por demais contida, como sempre diziam. O que a fazia escrever apesar de tudo era o tudo. Ela precisava encaixar seus sentimentos em algum mundo particular ou publico. 
    As palavras, ela sempre soube serem de domínio publico e as usou sempre sem reserva. Era a parte que lhe cabia da vida. Escrever incessantemente sobre tudo que a vida era, podia ser, não podia e seria, talvez fosse... Nesse dia o poema era uma singularidade e expressava sua paixão por sentir...Docemente comovedor dizia singelamente que a vida era o que se faz e o que se sente... E mesmo sem titulo algum ainda me emociona ler o que Suzy escreveu naquele dia de sol intenso e céu infinito...
   Hoje, mais que nunca antes sei que ela esteve certa... Escrever é meio como respirar...Pegamos o que está aqui fora e levamos para dentro... Transformamos tudo e colocamos para fora de novo com palavras... Escrever é mesmo como respirar...

domingo, 4 de maio de 2014

- AMO VOCÊ!



  Eu amo você porque seu sorriso faz uma rosa desabrochar no meu peito... Amo você porque teus olhos brilham de luz dentro dos meus... Amo você porque seus beijos são a sensação mais terna e doce que posso sentir... Amo você porque tentando te descobrir eu me descubro e me reinvento e cresço... Amo você porque quando você volta dos seus surtos de distrações tem o mais belo sorriso que alguém distraído pode ter... E por incrível que pareça, inexplicavelmente, às vezes, sinto vontade de chorar quando te vejo porque sua presença me emociona... Enche minha alma, transborda. E apesar de não querer que você saiba exatamente o quanto eu amo você... Eu amo!
     Amo você porque você criou num mundo imaginário uma cabana de madeira no alto da colina. Ela toda caprichada para abrigar nossos sonhos, nossos planos e nosso amor...  E um farol para nos guiar nas horas difíceis e nos fazer enxergar a vida além da tempestade e tudo que nos espera. Amo você porque você fala as bobagens mais belas que alguém poderia falar e deseja as coisas mais doces que alguém poderia desejar... Eu amo você porque você deseja tanto quanto eu um abraço apertado, um isolamento a dois para se curtir, voltar e voltar quanto for preciso. Amo você porque você deseja um poema, uma música, uma estrada, você deseja um voo fantástico e planeja isso comigo!
     Eu amo você porque você é você! E mais porque você é lindo, não só por fora você brilha, mas por dentro você é feito de um delicado cristal e eu amo esse seu jeito de menino de cristal...  E amo você porque você ilumina meus dias e olha que você ainda nem me deixou conhecer 5% de você!
      E enfim... Espero que tenha entendido que eu Amo Você!

S2. M.L. S2

CAMPANHA- PUBLICA MAIS MARIA JOSÉ



Depois de dias diante do computador tentando pensar na história certa para ser contada, lida e saboreada por meus amados leitores...
Depois de finalmente sentir brotar dentro de mim a ideia mágica como um estalo divino que incendeia uma estrela no céu fazendo-a brilhar intensamente...
Depois de arriscar usar as palavras mais doces para tocar os corações e faze-los sentir agraciados por um bom texto...
Depois de expor essas ideias como uma longa trama de teias de aranhas que se cruzam para formar um encantador presente da realeza...
Depois de submetê-los ao júri decisivo e receber uma tão esperada aprovação...
Depois de euforicamente comemorar feliz por tal conquista...

Eu descobri que não tenho money, ‘dindin’, grana suficiente para arcar com esse sonho...
Primeiro me entristeci... Depois me convenci de que quem tem amigos não precisa tanto assim de dinheiro... Só que não!
Então, resolvi iniciar esta campanha... E pedir dinheiro a quem puder e desejar me ajudar a chegar lá...
Então, pensei que quem vai me ajudar, espero que sejam muitos, devem receber algo em troca, seria uma espécie de barganha entre amigos... Onde eu ganho e você ganha!
Então, você poderá doar qualquer valor, minha meta será ainda estabelecida e divulgada assim como também a data de abertura e encerramento da CAMPANHA...

Os interessados em ajudar podem ingressar no grupo no facebook que vou criar especialmente para isso, intitulado #PUBLICAMAISMARIAJOSE

Também podem entrar em contato através do e-mail: florbela.0018@gmail.com